Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

2ª MEIA MARATONA RIOMAFRA - fotos



2ª MEIA MARATONA RIOMAFRA
Ontem, 17/02/0213, foi realizada a Meia Maratona RioMafra, nas cidades de Rio Negro-PR e Mafra-SC.
Fui de carona com o amigo Ari e a Rosângela, no sábado à noite  para descansar e estar bem no dia seguinte.
Ficamos hospedados na casa doVolmei e da Ione, que nos receberam com cortesia, juntamente com toda a família. Quase de madrugada chegaram também a Letícia, o Alisson e a Valdete(Val). 
Inscrição para 2014?   Clique aqui.

A meia noite os relógios foram atrasados em 1h, em razão do fim do horário de verão. Fui dormir logo depois. O Ari ficou acordado mais um pouco, degustando o pequeno jantar preparado pela família do Volmei. Mesa muita farta de comida, como sempre.

Acordei cedo, por volta das 6h30min para os preparativos. Tomamos o café da manhã e fomos até a praça, local da largada para retirar o restante do kit. Isso! Parte do kit (chip e numeral de peito já tinham sido retirados em Curitiba, na sexta-feira). Lá foram entregues a camiseta (azul) e o boné, numa sacolinha. Se formou uma grande fila para retirar o kit, que aumentava a medida que chegavam os atletas vindos de Curitiba, de ônibus fornecido pela organização. Nos encontramos com o Volmei e o Alisson, que fizeram "pace" de bicicleta.

Depois do aquecimento, nos posicionamos na linha de largada. A largada estava revista para as 8h, mas somente aconteceu às 8h20min. Acredito que em razão do atraso na entrega do kit.
A largada foi em Rio Negro-PR. Seguimos bem tranquilos em direção à Mafra-SC. Tinha combinado com o Ari, a Letícia e a Val que iria acompanhá-los nos primeiros quilômetros, marcando “pace” que auxiliaria na estratégia para que as meninas acabassem bem a corrida. Registre-se que era a primeira corrida para a Letícia e  Val, e já numa meia maratona. Por isso, nossa preocupação para que pudessem completar a prova. Acompanhei os amigos nos primeiros 5Km, num “pace” de 6’30min/Km. No primeiro Km encontrei o Adolfo, correndo descalço e o Luiz, que me passou.

No Km 3 o primeiro posto de água. No Km 5 deveria ter um novo posto de água, mas quando chegamos lá a água já tinha acabado. Depois do Km 5 apartei um pouco mais o ritmo. O sol já apertava e o calor era bem forte. Aí me veio em mente o verso da música “o calor que vem de dentro”, que no caso era “o calor que vinha de baixo – do asfalto”. Quando cheguei no Km 7, ponto em que deveria ter novo posto de água, também tinha já tinha acabado. Só encontrei água no Km 10.

No Km 12, o calor aumentava e me ocorreu mais um verso da música “não desisto, não”. Fui em frente. Cruzei pela ponte sobre o Rio Negro e voltei para a cidade do mesmo nome. Logo depois da ponte, no Km 13, foi entregue energético e um sachê de carboidrato. Imaginei que em seguida teria um novo posto de água. Mas, nada de água. Após a ingestão de energético a boca fica doce e sentimos necessidade de beber água. E logo após ingerir o carboidrato precisamos de beber água, uma vez que é pastoso. Não havia água. No ano passado enfrentamos o mesmo problema. Desta vez não foi diferente. Água somente entre os Km 16 e 17.  
O tempo passava e o calor parecia que aumentava mais. Fui resistindo e um passo logo após o outro vencendo os metros, mas não tinha muitas energias. Parecia que tinham ficado pelo caminho. E acredito que era isto mesmo Depois do Km 19 pensei “já estou chegando e agora não é o momento de me poupar” e apertei o passo aumentando o ritmo das passadas, mirando um corredor à frente, tomando-o como referencial. Depois que alcançava aquele, elegia outro como objetivo. Alguns consegui passá-los, mas outros pareciam que estavam bem mais fortes do que eu e além de não me aproximar, aumentavam a distância. Não desistia, nem perdia a esperança de fazer um bom tempo na prova.

O último Km parecia que não chegava nunca. Bastante subida e alguns corredores me passaram. Alguns eram os mesmos que havia ultrapassados há pouco. Mas, não desisti. Até que virei a esquina e avistei, há uns 200m, a linha de chegada. Descida. Lá fui eu, com todas as energias que ainda me restavam. Cruzei a linha de chegada com menos de 2h. Pelas condições da prova, um ótimo tempo.
Recebi minha medalha. Muito bonita. Peguei água e frutas e, exausto, me sentei no meio fio da rua para descansar.
Depois voltei na linha de chegada para fotografar os amigos que chegavam. O Ari e a Letícia chegaram com pouco mais de 2h30min, acompanhados do Alisson. A Val um pouco mais tarde, acompanhada do Volmei, de bicicleta.
Nesta prova, além dos amigos que correram juntos, encontrei a Ana Paula, o Luiz, o Adolfo, o pessoal dos grupos Amigos da Corrida, Coxa Runners e Pé no Alfalto. Mas, vi muitos corredores de Curitiba de outras equipes, da G5, Jacarés de Conga.
Depois da prova voltamos para a casa do Volmei para tomar banho de rio e para o churrasco delicioso, no almoço. Passamos a tarde descansando. Obrigado pela acolhida na casa do Volmei e da Ione e pelo lanche na casa do Tide.
Obrigado a todos que participaram das fotos.

Para acessar o resultado da prova clique aqui.
 












































































Outras fotos poderão ser encontradas no blog do Luizz

15 comentários:

  1. Excelente Julian.
    Eu estava bem, fui até mais lento um pouco do que o planejado, mas no final do 12, comecei a me sentir sem forças, nem gel nem isotônico ajudaram.
    E nunca ouvi tanta gente falando em quebras. Só os grandes se mantiveram firmes até o final. E você foi um deles, meus parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Luiz,

    A prova foi muito difícil.
    Emobra já tivesse participado no ano passado, tive a impressão que este ano foi bem mais dura.
    Também vi muitos corredores parando ou caminhando.
    Vencemos este desafio.
    Vamos em frente.

    Abraços,

    Julian

    ResponderExcluir
  3. Prova dificil mesmo. Como acompanhei a Leticia para ajudar ela a chegar até o fim mantive um ritmo um pouco mais tranquilo, mas mesmo assim senti o peso da prova. Deve ter sido o calor por que agua nós pegamos com o Alisson e Volmei que nos ajudaram dando suporte de bike. Mas como sempre gostei muito, a alegria e energia positiva contida nas pessoas desses eventos elimina qualquer coisa ruim.
    Abraços
    Ari

    ResponderExcluir
  4. Ai Julian, gostei da cobertura fotografica! Deve ter sido muito massa esta prova. Parabéns a todos os altetas, por que 21km, não é para qualquer um.

    Abçs

    Lily

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lily,

      Senti a falta da vivoesportes fazendo a cobertura fotográfica.
      Como faço em todas as corridas, fotografei bastante e coloquei tudo à disposição dos atletas.
      Obrigado pela participação.
      É isso mesmo. Correr 21Km não é fácil. E ontem parecia que estava um pouco mais difícil do que o normal.

      Valeu.

      Abraços,

      Julian

      Excluir
    2. Salve Julian!

      É por essas que a sua presença nas provas é fundamental. Mesmo com a nossa ausência, você fez ótimas fotos e postou no seu blog para os demais atletas.

      Abs,
      Rick

      Excluir
  5. Olá Ari,

    Sorte tua que decidiu fazer "pace" para a Letícia. Mesmo assim, acredito que nao tenha sido fácil.
    O calor minou as nossas forças.
    Em maio retornamos em Mafra para a corrida do trabalhador. Acho que naquela época estará mais frio ou temperatura amena.
    Com toda a razão, a alegria e energia superou qualquer problema momentâneo. Também adorei. Fomos ficando, ficando e só fomos embora para não perder o "sorteio do churrasco"...rsrsr.
    Valeu parceiro.

    Abraços,

    Julian

    ResponderExcluir
  6. Belo relato, Julian. Bem completo.

    Fiz meu relato em
    http://professoradolfo.blogspot.com.br/2013/02/segunda-meia-maratona-rio-mafra.html

    O legal mesmo da prova foi ter encontrado todo mundo!

    Abraços,

    Adolfo

    ResponderExcluir
  7. Olá Adolfo,

    Encontrar os amigos e se confraternizar é uma das melhores coisas que acontece na corrida.
    Parabéns pelo teu relato. Destacando pontos fortes e fracos da prova.
    Valeu,

    Abraços,

    Julian

    ResponderExcluir
  8. Agradeço pela foto tirada,prova mafra,estava numero 426,espero participarmos de mais provas,devo estar mes que vem joinville.abraços haroldo obs.tomo chima todo santo dia rsrsrsrs.

    Haroldo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Haroldo,

      Sempre estou nas corridas tirando fotos e publico no blog a disposição dos corredores.
      Vamos nos encontrar em outras corridas.

      Abraços,

      Julian

      Excluir
  9. Valeu Julian por compartilhar as fotos. Não pude ir nesta mas estarei na Meia das Cataratas (espero que sim! rsrs) para fazer minha estreia nos 21 km. Quem sabe não rola uma estreia com menos de 2 horas? Seria o máximo. Vou treinar bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que vc não pode estar presente.
      Vá com calma na tua primeira meia. Sinta o teu corpo e com certeza terminará com um bom tempo.
      Sucesso Caverna

      Valeu !

      Abraços,

      Julian

      Excluir
  10. Olá Julian,
    Muito bom seu relato, e eu Amei ter uma foto minha em seu blog e poder te-la, bem na chegada, muito grata.
    Parabéns pelo blog.

    www.marlipalugan.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Marli,

    Obrigado pela participação.
    Sempre estou fotografando nas provas. Depois disponibilizo as fotos para os corredores no blog.
    Quando puder venha e traga o teu grupo para ser fotografado.

    Valeu.

    Abraço,

    Julian

    ResponderExcluir

O teu comentário é muito importante, porém identifique-se.
(CF, art. 5º, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato).

RESPONDEREI TODOS OS COMENTÁRIOS.
Volte mais tarde e veja a resposta