Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 17 de julho de 2012

CORREDORES DE VERDADE

“Corredores de verdade”
Há alguns dias estava lendo uma publicação do Prof. Nelson Evêncio, na Seção “Dicas para Treinamentos”, da revista Webrun. 
O prof. se perguntava o quer dizer a expressão “corredores de verdade”. Um circuito de provas somente para os corredores de verdade, por exemplo. Qual seria o critério que utilizariam para aceitar ou não as inscrições. 

Tempo em provas? Distância já percorrida? Número de quilômetros rodados na semana? Número de medalhas?
Semelhante ao que pensa o prof. Evêncio, eu classificaria os corredores em duas categorias: os profissionais e os amadores. 

PROFISSIONAIS 
Os profissionais são aqueles que vivem das corridas, cuja atividade é sua fonte de renda e sua prioridade na vida. Poderia dizer, também, que são os de elite.

São aqueles que nasceram geneticamente favorecidos, cujos primeiros resultados de testes e provas superam de longe os melhores resultados da maioria das pessoas esforçadas e com longos anos de treinos.

Uma matéria divulgada na revista O2, no mês de junho/2012, noticia que já existe um teste que indica o perfil do atleta, a partir de uma amostra das fibras retiradas do músculo da panturrilha. 

AMADORES 
Os amadores são aquelas pessoas que gostam de correr. Que treinam corrida bem ou não, que evoluem bem ou não, sobretudo conforme a disciplina e aplicação nos treinos, mas cuja atividade principal de vida não é a corrida. 
Neste grande grupo incluo todas as pessoas que não são profissionais da corrida
Ser profissional ou não tem ligação com a genética e depois, com a opção de vida. Sem o primeiro quesito é impossível ser elite, por mais esforçado que o indivíduo seja. É como uma pessoa que tem 1,70m de altura querer treinar para chegar aos dois metros. Também não basta ter perfil genético e não treinar e pretender ter bons resultados.


Mas, quem são os “corredores de verdade”?  

Acredito que sejam todos aqueles que saem das suas casas, numa manhã fria para fazer o seu treino e quando não conseguem seguir os horários programados, arrumam tempo extra, no horário do almoço ou à noite, para seguir a planilha ou cumprir seu objetivo.
São aqueles que saem num domingo, bem cedo, para participar de uma corrida de rua, por exemplo, independentemente de fazerem 10Km abaixo de 40min ou acima de 1h.
Tais “corredores de verdade”, podem ser profissionais ou amadores, porém tem como características um misto de vontade, determinação e persistência.
Não perdem um treino ou uma corrida por nada. Os objetivos podem ser diversos: encontrar os amigos e aumentar a rede de relacionamentos, colecionar medalhas finisher, camisetas ou superar desafios pessoais (fazer 10Km abaixo de 45min, uma maratona sub 4h, etc...), estar em boa forma física.
 Mas, acredito que o que mais motiva um “corredor de verdade” é a sensação boa experimentada ao final de uma prova. Ter se superado. Ter vencido uma barreira pessoal. Ter quebrado um record pessoal. Sentir as endorfinas produzidas durante a prova fazerem efeito por um longo período. Isso não tem preço.

Parece pouco, mas para quem não é profissional é muito difícil atingir determinadas metas. Será necessário muita aplicação nos treinos e serão muitas renúncias.
Definitivamente, ser um “corredor de verdade” não está relacionado com o tempo que leva para completar uma corrida. Pois, pode ser considerado um “corredor de verdade” aquele que treina todo o dia, mas nunca participou de uma prova. 
Vontade, determinação e persistência são  ingredientes indispensáveis para um “corredor de verdade”.
Portanto, só o próprio corredor poderá fazer a autoavaliação e se definir se é ou não é um “corredor de verdade”.

16 comentários:

  1. Olá Julian.
    Parabéns por ser um corredor de verdade.

    Concordo contigo. Treinou, saiu de casa e correu é corredor de verdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luiz,

      Vc também é um corredor de verdade cada dia mais motivado.

      Abraços,

      Julian

      Excluir
  2. Pois é Julian, na minha humilde opinião, corredor de verdade é quem treina, independente de resultados, reconheimento ou competições. Até porque tem muita gente que não quer ou não pode participar de corridas, mas faze seus treinos com mjuita seriedade e compromentimento.
    Abraços.

    Everton

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo Everton,

      Como disse: os motivos são muitos. Cada corredor tem os seus.
      Obrigado pela participação.

      Julian

      Excluir
  3. Olá Julian,

    Já está dando nos nervos estes rótulos que dão aos corredores, segregando por tempo de conclusão de prova. Concluiu dentro do tempo do regulamento, então quem decide quem é "de verdade" ou não é o organizador da prova. Concordo com você, deve existir a diferenciação entre amadores e profissionais que vivem do esporte, fora isto, é critério subjetivo e preconceituoso.

    Abraço e bons treinos!

    Claudio Rinaldo
    http://numerodepeito.blogspot.com/
    http://cicloviadigital.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rinaldo,

      Estas divisões de corredores é apenas um ingrediante a mais. Muitas vezes um motivador. Mas, não deve ser levado muito a sério. Cada um tem seus motivos para continuar ou até desistir. Só o próprio atleta tem este conhecimento.
      Obrigado pela colaboração.

      Abraços,

      Julian

      Excluir
  4. E aí Julian, blz. Primeira vez por aqui, parabéns pelo blog e pelas corridas.
    Quanto ao tema, para mim, corredor de verdade é todo aqle que treina regularmente.
    abraços, passe no blog de minha equipe tbm.
    corridaderuams.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Rodrigo,

    Concordo contigo. A persistência e regularidade são fatores determinantes.
    Já fiz uma visita ao seu blog e achei muito interessante as postagens do desempenho dos teus atletas.

    obrigado,

    Julian

    ResponderExcluir
  6. Curioso. Tinha acabado de ver isto aqui:
    http://seriedelta.com.br/wp-content/uploads/2012/02/lightbox_pelotao.jpg
    no site do Circuito das Estações.

    Acho que largada por ondas, baseada em tempos anteriores, é o suficiente para satisfazer a todos. Eu não me incomodo em largar dois minutos depois de alguém que faz os 10K em 35 minutos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adolfo,

      Concordo contigo que não importa largar depois dos mais rápidos. Me refiro aos que são mais lentos e largam lá na frente. Já no 1º Km são ultrapassados pelos corredores mais rápidos. A largada por ondas, resolveria o problema se todos respeitassem seus ritmos, o que não acontece.

      Obrigado pela participação.

      Valeu,

      Julian

      Excluir
  7. Julian, parabéns pelo post. Concordo que a verdade está dentro de cada um. Ninguém melhor para se avaliar e saber se é ou não um corredor de verdade. O fato de participar de provas ou fazer ultramaratonas não qualifica melhor do que aquele que bota um agasalho e saí pra correr na praia. Fico feliz pela sua linha de pensamento.
    Forte abraço,
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Helena,

    A tua participação enriquece o conteúdo da publicação.
    Muito apropriadas as tuas palavras.
    Veio acrescer uma visão importante.

    Obrigado,

    Julian

    ResponderExcluir
  9. É verdade!! Gostei do post... Acho que toda pessoa que mantém uma disciplina de treinos e competições pode ser classificada como "corredor de verdade"...

    Meio esquisita essa classificação... ainda prefiro classificar apenas em Amadores e Profissionais (elite)

    Porque se existe um corredor de verdade é pq deve existir um corredor de mentira ... o que seria um corredor de mentira?? alguém que diz que gosta de correr mas não corre?? kkkkkk Realmente tem muita gente que gosta, acompanha, mas nem sempre participa de fato... mas creio que não seja de bom gosto classificar ninguém dessa maneira pois soa ofensivo demais não achas??

    Um abraço

    www.diariodebordodapri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pri,
      Em verdade não há uma classificação.
      Seria apenas um modo de tratar e distinguir um atleta que está empenhado consigo daquele que finge, porém se "apresenta" como corredor. Se isso seria possível.
      Uma analogia com falsos profissionais. Alguém que é determinada "coisa", mas apenas está enganando.
      Concordo com as tuas palavras. O bom senso irá definir quem é ou não é um corredor de verdade. E também ninguém tem tamanha autonomia para fazer esta classificação que vc questiona. Teria corredor de mentira ?
      Porém, sabemos que existe e a gente consegue separar aqueles que são verdadeiros corredores e aqueles não são.
      Basta lembrar daquele momento que vc vai chamar um amigo p fazer um treino. Na hora surge alguns nomes e vc vai descartando porque sabe que alguns nunca podem ou vão se comprometer, mas não aparecem. Sempre têm um desculpa. É desta classificação que podemos falar.
      Por sinal podemos falar muito tempo e não chegaremos a uma conclusão definitiva. Ficamos no campo teórico.
      Obrigado pela participação.

      Volte mais vezes.

      Abraços,

      Julian

      Excluir
  10. Olá Julian,

    Mais do que um corredor de verdade, você tem o dom de transmitir suas idéias, seus pensamentos com muita habilidade. Quanto às renuncias, com exceção das horas em que privo minha família de uma convivência, no geral, acabam entrando na conta da superação. Acredito que posso ser "rotulado" como corredor de verdade, da geração movida a energia solar!!!

    Ultra abraço e parabéns pela postagem!!!

    Dionisio Silvestre
    http://correrpurapaixao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Dionisio,

    Obrigado pelo elogio, que credito na conta da motivação, como forma de estímulo para continuar transmitindo informações que poderão ser úteis a alguém.
    Um prazer enorme ter a tua participação neste espaço.
    A superação e força de vontade são determinantes para estarmos presente por longo tempo e alcançar distâncias inimagináveis.
    Cada vez mais levados por sonhos, que nascem sem uma referência específica e que se tornam objetivos importantes nos mantermos vivos e motivados.

    Valeu !

    Abraços,

    Julian

    ResponderExcluir

O teu comentário é muito importante, porém identifique-se.
(CF, art. 5º, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato).

RESPONDEREI TODOS OS COMENTÁRIOS.
Volte mais tarde e veja a resposta